BLOG

20 de março de 2019

Sabe-se que os pombos das praças lambuzam as estátuas de bronze: Seja Sé, Tiradentes, República, Onze; nenhuma escapa, nenhuma passa. Os velhos sentados nos bancos frios, A marcar o ponto das oito às seis, religiosamente, dia a dia, mês a mês; parecem estátuas, por horas a fio. Um sinal de vida vem somente após A…