BLOG

28 de fevereiro de 2019

Não tenho medo das minhas cicatrizes! Mostro cada uma delas: Cada uma é uma medalha, Cada uma é uma tatuagem. Todas foram merecidas, Todas foram conquistadas. Minhas cicatrizes são minhas memórias, Até aquela menorzinha, na canela (O que é mais uma flecha para São Sebastião?). Lembro da dor, do mercúrio e do consolo: Ela também…