BLOG

22 de março de 2019

No princípio nada tinha começo, nada tinha fim O céu que olhávamos era negro Da mesma cor de nossas memórias inexistentes O espaço-tempo não nos vestia com conforto E quando sentimos o hálito quente do Sopro em nossa face Soubemos que a luz começara o seu trajeto para o infinito e que o fim já…