SOBRE MIM

//gilmarlealsantos.com.br/wp-content/uploads/2019/01/Group-24.png

E meus versos não serão mais meus:
Serão de quem os lê,
para reescrevê-los,
a cada cabeça e a cada sentença.

Minha história

Poeta e tradutor. Gilmar nasceu em Apucarana e vive em Maringá, no Paraná. Escritor das obras: Trapezista (2006), Carmesim (2011), Cartas Poéticas (2017), Hoje o mar está calmo (2018). Tradutor de A Terra Árida (2017), um dos mais importantes poemas do século XX, de T.S. Eliot.

A METADE E MEIA

Sou fluente no silêncio;
um vício que cultivo desde que vivo
para poder abraçar o tempo:
há muitos dias encalacrados em mim.

As palavras, desnecessárias e lentas,
tornam-me num deserto de imagens
e não conseguem traduzir
nem meia metade do que sou.

A outra metade e meia, afogada,
eu mesmo não sei se me afloraria
e, constato, não tenho coragem de saber.

Sigo, assim, taciturno fluente,
com essa insólita liberdade para não dizer
o que deveras finjo ou sinto.

//gilmarlealsantos.com.br/wp-content/uploads/2019/02/Carmesim-5.jpg