[contact-form-7 404 "Not Found"]


20 de março de 2019
Tags:

Lá fora,
As ruas estão tão escuras;
As ruas estão tão vazias.
Meu amor não sabe,
Dorme o sono dos que podem.

Lá fora,
Os prédios todos tão altos;
Os prédios todos tão frios.
Meu amor ignora tudo,
Sonha os sonhos dos que podem.

Lá fora,
Um homem caminha só,
Iluminado por cores violetas
e amarelas e sépias e ocres
das poucas luzes da cidade.

Um homem caminha com sua sombra.
As sombras não têm obstáculos:
Nem as sombras do passado
Nem as das tênues luzes da cidade.

Um homem caminha sob os sinais
Direcionais de tráfego e vida;
Os sinais são para todos;
Nem todos os entendem.

Enquanto isso, meu amor dorme.
E o meu amor sonha.
E o meu amor pode.

Deixe um comentário