Query

[contact-form-7 404 "Not Found"]

Query


1 de março de 2019
Tags:

e assim, do nada, quebrei o silêncio e tasquei:
“então, diz aí, você que é uma pessoa experta,
pra onde é que o vento vai soprar esta noite?”
não que eu esperasse alguma resposta;
na verdade, sabia que era uma pergunta retórica,
mas ouvi:
“o vento não vai soprar esta noite.
esta noite é de calmaria e solidão
e será de tal maneira escura que será inútil o farol.” prosseguiu:
“o vento é proprietário, não propriedade.
e por tal predicado, decide seus destinos por livre arbítrio, quase sempre de supetão.
convém a mim, por ser experto, não adivinhar seus desígnios.” pensei, por breve, e truquei:
“não foi isso o que acabou de fazer?”
após uma pausa de quatro compassos inteiros,
olhei para a tela do Google,
tirei os óculos,
recostei-me,
cocei os cabelos ralos
e acendi todas as luzes.

Deixe um comentário