O retorno

[contact-form-7 404 "Not Found"]

O retorno


20 de março de 2019

Para Theo

Quando eu era moleque novinho
eu achava meu pai o homem mais bonito;
seu rosto com o cheiro azul turquesa da Aqua Velva
foi o que me deu o aroma do gosto de infância.

Hoje, crescido e senhor do meu fado,
volto a percorrer o inverso desse caminho
– já sem vestígio de lágrima ou dor –
e reencontro, sem ter previsto, aquela lembrança
que vivia dentro de mim, adormecida,
sem pulso, sem hálito e sem arrependimento.
O cheiro azul da Aqua Velva foi como um susto
para despertar o coágulo de saudade.

E fui me sabendo por aquilo que eu perdera
e fui me perdoar pelo olhar que ganhei de meu menino.
– Quem eu quis enganar, a não ser eu mesmo?
Nenhum pai é mais bonito que seu filho.

Deixe um comentário