O exército

[contact-form-7 404 "Not Found"]

O exército


20 de março de 2019

Eu gritava contra o vento
e as palavras não chegavam ao seu destino.
O vento era forte e uivava sibiloso,
tal um Golias contra a minha voz David.

Durante a batalha entre voz e vento
não achava a luta inglória;
não porque David, mas pela ousadia
de lutar contra o vento.
“Nenhuma funda derrota o sibiloso.”
Pensava eu.

Enquanto esquecia da funda e de David,
agora eu já era um Dom Quixote de lança em punho,
avançando contra o vento cata-vento,
gritando mais alto ainda.

Nem eram as mesmas palavras,
tampouco os mesmos destinatários.
A luta já era outra.
Assim, as palavras tiveram de ser outras.
A vida e a batalha mudam num pensar;
e o sibilino, de muitos nomes, espreita.

Deixe um comentário