[contact-form-7 404 "Not Found"]


1 de março de 2019
Tags:

Que leve um milhão de anos…
Não importa quantos,
Esperarei em pé,
Sentado, deitado
E mesmo mortinho da silva, já virado pó,
Serei um Jó:
Esperarei pacientemente.
Mas, sei, ouvirei um obrigado,
Pronunciado francamente,
Lá de bem de dentro
E com direito a olhos fechados:

“Obrigado.”

Então me levantarei em câmera lenta
E, com um olhar de “Nem te ligo, pé de figo”,
Falarei:
“Nada, não. Fiz por mim mesmo, de bom grado.”
E sairei rindo por dentro, feliz comigo:
– O ferro frio terei dobrado!

Deixe um comentário