A reação

[contact-form-7 404 "Not Found"]

A reação


20 de março de 2019

Andante Moderato

Neste país, imensidão
onde vivo,
onde meus pés, em suas costas,
salgam-se no Atlântico,
onde, em suas fronteiras secas,
o português é atalaia atento
que separa nossa latinidade
e nos sentencia à solitude.

Neste país múltiplo de múltiplos países
onde vejo, onde vejo
as Três Marias e vejo
Antares – a dama de vermelho
no coração de Escorpião –
destacada em seu lábaro,
(palavra sem pista de significado;
contudo, decorada e cantada em pé.)

Neste país, futuro mais-que-perfeito,
multicaos, multitudo;
sem freio, sem plano b:
eu escolho ser cordial!
Eu escolho rejeitar a herança genética de Macunaíma.
Eu escolho rejeitar o jeitinho
e rejeitar a mandriice…
(Bom!, não após a feijoada de sábado!)

Adagio

Neste país, onde vivo,
o céu – lá onde mora um conterrâneo –
às vezes se esquece de ser azul, ainda assim
“Dizem
que em alguma parte
parece que no Brasil
existe
um homem feliz.”

Deixe um comentário